Blog

Primeiro dia do Folkcom UEPB é marcado por manifestações da cultura po

28 Sep, 2017

Após apresentações de oficinas no turno da manhã, a primeira tarde de programação do XIV Seminário Os Festejos Juninos no Contexto da Folkcomunicação e da Cultura Popular contou com cordel, música, dança e muita cultura.

A abertura oficial do evento foi realizada no auditório II da Central de Integração Acadêmica, na UEPB e teve a apresentação musical do Trio Forró Show de Anildo Borel e Bibi da cidade de Campina Grande.

No local, uma biblioteca só de cordéis ficou disponível para o público ler e comprar as obras por um preço acessível.

Na ocasião, houve um debate sobre os “Desafios da Folkcomunicação e da Cultura Popular na Contemporaneidade”, com a professora do IFCE Maria de Lourdes Macena de Souza e que foi mediado pelo professor Luiz Custódio, organizador do evento.

A professora Maria de Lourdes falou sobre a importância de sempre colocar o nome de autoria no sentido cultural nos trabalhos que serão divulgados. Segundo a professora, a folkcomunicação tem a intenção de ajudar a dar essa autoria a esses grupos culturais pouco conhecidos e que usam a arte deles como anônimas.

Ainda na programação foi realizada a mesa redonda que teve como tema “Mestres do Saber e da Memória Popular” e contou com a presença da Professora da UEPB Ingrid Fechine, que apresentou seu trabalho de extensão sobre as rendeiras da Paraíba.

Além disso, a conhecida como a Diva da Música Negra Brasileira, Lia de Itamaracá, contou sua história e presenteou o público com sua voz em uma ciranda.

O evento também contou com a participação do presidente da associação de quadrilhas juninas, Lima Filho, que falou sobre a cultura dos grupos de quadrilhas, sua evolução e a transformação da cultura da quadrilha.

E para encerrar a primeira tarde de mesas redondas do Folkcom UEPB o Mestre sabiá, capoeirista, mostrou a história da capoeira, desde a época dos escravos até se tornar cultura popular.

A programação do Folkcom vai até a sexta-feira (29), e conta com mesas redondas, apresentações culturais, grupos de trabalhos, exposição fotográfica e lançamento de livros.

O evento é realizado pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e a Rede de Estudos e Pesquisas em Folkcomunicação (Rede Folkcom).

0 Comentários

Adicione um comentário

Anunciantes